Arquivo

Archive for the ‘Humor’ Category

Catalisadores da depressão

2 de setembro de 2017 Deixe um comentário

A depressão é um transtorno psiquiátrico, que já se data de um longo tempo, um exemplo é o quadro de Albrecht Dürer de 1514. Intitulado, “Melencolia I”. Entretanto, esse transtorno não poderia ser mais atual, principalmente, quando observado crianças e adolescente. Casos de depressão, em geral, tem um denominador comum, em problemas psicológicos já instalados e que foi catalisado por algum fator externo, como por exemplo o bullying, o que pode levar, portanto, a casos de suicídio entre jovens. Casos de suicídio de jovens, expõe o preconceito relacionado com a falta de conhecimento da doença, por parte da população.

Certamente, desde a liberação da série “13 reasons why”, em que o enredo é uma adolescente que cometeu suicídio e seus motivos, do canal online, conhecido como Netflix, em maio de 2017, a doença em jovens vem sendo colocada em debate, para que se entenda melhor a doença e suas consequências, assim como o motivo do aumento desses casos em particular. Na série, um dos motivos que levaram ao suicídio, foi o bullying sofrido pela personagem, o bullying é a prática de rebaixamento psicológico de uma pessoa com palavras ou ações que causam constrangimento, e muitas vezes, o isolamento social, situação que coloca a essas pessoas, que ainda estão em fase de amadurecimento psicológico, em uma situação de extrema pressão. Além disso, a falta de profissionais capacitados a identificar problemas associados à depressão em escolas, dificulta, ainda mais, a busca de ajuda por parte do adolescente, uma vez que a pessoa afetada não tem, talvez, um porto seguro para falar dos próprios problemas.

Igualmente, na mesma época do ano de 2017, aconteceram casos de suicídio de jovens, que estavam participando de um jogo, presumidamente russo, que prepara adolescentes, através de redes sociais, com tarefas, como desenhar uma baleia azul no braço utilizando uma lâmina, ou assistir a um filme de terror sozinho à noite, para a última e derradeira etapa do jogo, que consiste em tirar a própria vida, o jogo é conhecido com o jogo da baleia azul. E, eventualmente, confundido pelos pais, sobretudo, como uma fase da adolescência, de isolamento social em busca de uma descoberta existencial, em função da quantidade de hormônios, tipicamente, liberados durante essa fase da vida de uma pessoa.

Sendo assim, os catalizadores são uma parte importante do conhecimento sobre a doença, portanto, os governos através, do ministério da educação e da saúde, devem fazer parcerias com psicólogos treinados para identificar situações catalisadoras nas escolas, como o bullying e coibir essas ações de acontecerem, por meio de campanhas educativas visando o conhecimento dos alunos nos males que essa prática tem. Em paralelo, o governo federal deve através de campanhas midiáticas sobre a doença, alertar e dar conhecimento para as famílias do problema em questão, e assim, ajuda-los a distinguir a depressão de uma fase adolescente. Em adição, as redes sociais, juntamente com o governo federal, devem criar mecanismos que dificultem a criação de jogos como o jogo da baleia azul e ajudando os pais a identificas possíveis jogos. Por consequência, essas ações podem salvar vidas, tomando ações preventivas e evitando ações corretivas.

Leia aqui os sintomas e tratamentos da depressão.

Anúncios
Categorias:Bem-estar, Humor, Saúde

Erros em redações

19 de outubro de 2012 Deixe um comentário

 

As redações tem por objetivo examinar a relação entre as ideias e as palavras que as expressam, além de demonstrar o conhecimento da língua. Logicamente haverão erros, alguns até engraçados. kkkkkkkkkkkkkk

 

 

    

Prepare-se para ler o que o espera o futuro do Brasil:

 

  • “O Brasil não teve mulheres presidentes mas várias primeiras-damas foram do sexo feminino”.

(Ou seja: vários ex-presidentes casaram-se com travestis.)

  • “O número de famigerados do MST almenta a cada ano seletivo”.

(E a burrice não “diminói”.)

  • “Os anaufabetos nunca tiveram chance de voltar outra vez para a escola”.

(Nem de ir.)

  • “Vasilhas de luz refratória podem ser levadas ao forno de microondas sem queimar”.

(Alguém poderia traduzir?!)

  • “O bem star dos abtantes da nossa cidade muito endepende do governo federal capixaba”.

(Vende-se máquina de escrever faltando algumas letras.)

  • “Animais vegetarianos comem animais não-vegetarianos”.

(Esse aí deve comer capim.)

  • “Não cei se o presidente está melhorando as insdiferenças sociais ou promovendo o sarneamento dos pobres. Me pré-ocupa o avanço regresssivo da violência urbana”.

(“Sarneamento” deve ser o conjunto de medidas adotadas por Sarney no Maranhão. Quer dizer, eu “axo”, mas não me “pré-ocupo” muito.)

  • “O Convento da Penha foi construído no céculo 16 mas só no céculo 17 foi levado definitivamente para o alto do morro”.

(Demorou o “céculo” inteiro pra fazer a mudança.)

  • “A História se divide em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje”.

(Esqueceu a História em Quadrinhos.)

  • “Os índios sacrificavam os filhos que nasciam mortos matando todos assim que nasciam”.

(Pena que a mãe dessa anta não fosse índia.)

  • “No começo Vila Velha era muito atrazada mas com o tempo foi se sifilizando”.

(Deve ter sido no tempo em que lá chegaram as primeiras prostitutas.)

  • “Os pagãos não gostavam quando Deus pregava suas dotrinas e tiveram a idéia de eliminá-lo da face do céu”.

(Como será que eles pretendiam fazer isso?!)

  • “A capital da Argentina é Buenos Dias”.

(De dia. À noite chama-se Buenas Noches.)

  • “A prinssipal função da raiz é se enterrar no chão”.

(E a “prinssipal” função do autor deveria ser a mesma. Vivo.)

  • “As aves tem na boca um dente chamado bico”.

(Cruz credo.)

  • “A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva”.

(Hehe. Esse é espirituoso.)

  • “Respiração anaeróbica é a respiração sem ar, que não deve passar de 3 minutos”.

(Senão a anta morre.)

  • “Ateísmo é uma religião anônima praticada escondido. Na época de Nero, os romanos ateus reuniam-se para rezar nas catatumbas cristãs”.

(E alguns ainda vivem nas “catatumbas”.)

  • “Os egipícios dezenvolveram a arte das múmias para os mortos poderem viver mais”.

(Precisa “dezenvolver” o cérebro.)

  • “O nervo ótico transmite idéias luminosas para o cérebro”.

(Esse aí não deve ter o tal nervo, ou seu cérebro não seria tão obscuro.)

  • “A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos”.

(I will survive.)

  • “O nordeste é pouco aguado pela chuva das inundações frequentes”.

(Verdade: de São Paulo até o Nordeste, falta construir aquadutos para levar as inundações.)

  • “Os Estados Unidos tem mais de 100.000 Km de estradas de ferro asfaltadas”.

(Essa eu chorei.)

  • “As estrelas servem para esclarecer a noite e não existem estrelas de dia porque o calor do sol queimaria elas”.

(Confesso: adorei. Desconfio que vai ser poeta.)

  • “Republica do Minicana e Aiti são países da ilha América Central”.

(Procura-se urgente um Atlas Geográfico que venha com um Aurélio junto.)

  • “As autoridades estão preocupadas com a ploleferação da pornofonografia na
    Internet”.

(Deve estar falando do CD dos Raimundos.)

  • “A ciência progrediu tanto que inventou ciclones como a ovelha Dolly”.

(O maior ciclone já visto na terra.)

  • “O Papa veio instalar o Vaticano em Vitória mas a Marinha não deixou para construir a Capitania dos Portos no mesmo lugar”.

(O Papa é pop. O pop não poupa ninguém.)

  • “A devassa Sandy da Inconfidência Mineira foi Marília de Dirceu, a amante de Tiradentes”.

(Plagiou o “Samba do Crioulo Doido”.)

  • “Hormônios são células sexuais dos homens masculinos”.

(Isso. E nos homens femininos, essas células chamam-se frescurormônios.)

  • “Onde nasce o sol é o nacente, onde desce é o decente”.

(Indecente: o sol não nasceu pra todos.)

 

Fechando com chave de ouro:

  • “A terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados no mundo. Os outros planetas menos demográficos são: Mercurio, Venus, Marte, Lua e outros 4 que eu sabia mas como esqueci agora e está na hora de entregar a prova, a senhora não vai esperar eu lembrar, vai? Mas tomara que não baixe minha nota por causa disso porque esquecer a memória em casa todo mundo esquece um dia, não esquece?”.

(Quase chorei. Mas todo mundo deveria esquecer a memória em casa, ao menos um dia: isso é lindo.)

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Obs.: Educação é coisa séria e este blog humildemente concorda com a opinião de Arnaldo Jabor: www.youtube.com/watch?v=o8vRbna0wmM

 

Post reinventado de alguma pessoa.

Categorias:Bem-estar, Humor Tags:

Conselhos de um sábio pai

5 de dezembro de 2011 Deixe um comentário

Conselho de um sábio pai

Não deixem de comentar!!!

A origem da Lei de Murphy

18 de setembro de 2011 Deixe um comentário

Você está preso em um congestionamento gigantesco e está louco para chegar em casa, mas para seu desânimo, percebe que todas as outras faixas parecem estar andando, menos a sua. Você muda de faixa, mas assim que passa para outra faixa, os carros param. Com o carro parado, você nota que todas as faixas estão andando menos a sua.

Bem-vindo ao irritante mundo da Lei de Murphy. Essa expressão diz que tudo que pode dar errado vai dar errado. E pode ser isso mesmo. Não é devido a algum poder misterioso que a lei tenha. Na verdade, somos nós que damos importância à Lei de Murphy. Quando tudo dá certo, nem pensamos nisso. Afinal, esperamos que as coisas funcionem a nosso favor. Mas quando algo dá errado, procuramos razões.

Pense sobre caminhar. Quantas vezes você chegou ao seu destino e pensou “Nossa! Eu caminho muito bem”? Mas se você tropeça no meio-fio e rala o joelho, aposto que você vai pensar por que isso tinha que acontecer com você.

A Lei de Murphy tira vantagem da nossa tendência de enfatizar o negativo e não perceber o que é positivo. Ela se baseia nas leis da probabilidade – a possibilidade matemática de que algo vai acontecer.

A lei captura nossa imaginação. A Lei de Murphy e seus desdobramentos foram reunidos em livros e sites. Várias bandas têm seu nome e a Lei de Murphy também é um nome popular para pubs irlandeses e tavernas pelo mundo todo. Também foi o nome de um filme de ação.

Mas a Lei de Murphy é um conceito relativamente novo, que data da metade do século passado. O mágico Adam Hull Shirk escreveu em um ensaio em 1928, “De Como Evitar as Coisas”, relatando que, em um ato de mágica, nove de dez coisas que podem dar errado geralmente dão errado. Mesmo antes disso, ela era chamada de Lei de Sod, que diz que qualquer coisa ruim que pode acontecer a um pobre ingênuo vai acontecer. Na verdade, a Lei de Murphy ainda é chamada de Lei de Sod na Inglaterra.

Quem foi o capitão Edward A. Murphy Jr.?

Acredite ou não, Murphy existiu e morou nos Estados Unidos até sua morte em 1990. O capitão Edward A. Murphy Jr. era engenheiro da Força Aérea. Apesar de ter participado de outros testes de design de engenharia nas suas carreiras civil e militar, foi um teste do qual ele participou – quase por acaso – que deu origem à Lei de Murphy.

 O coronel John Paul Stapp a bordo do trenó foguete
Em 1949, na Base da Força Aérea de Edwards na Califórnia, oficiais conduziam os testes do projeto MX981 para determinar de uma vez por todas quantos Gs (a força da gravidade) um ser humano poderia suportar. Eles acreditavam que suas descobertas poderiam ser aplicadas a futuros designs de aviões.

A equipe usou um trenó foguete chamado “Gee Whiz” para simular a força de uma colisão aérea. O trenó andou a mais de 320 km/h em um trilho de 800 metros, chegando a uma brusca parada em menos de um segundo. O problema era que, para descobrir quanta força uma pessoa aguentaria, a equipe precisava de uma pessoa de verdade para fazer o experimento. É aí que entra o coronel John Paul Stapp. Stapp foi um físico de carreira da Força Aérea e se ofereceu para dar uma volta no trenó-foguete. Durante vários meses, Stapp andou várias vezes no aparelho e cada volta era uma tortura física. Ele acabou com ossos quebrados, concussões e vasos sanguíneos rompidos nos olhos, tudo em nome da ciência.

Murphy frequentou um desses testes, levando um presente: um conjunto de sensores que poderiam ser presos às cintas que prendiam Stapp ao trenó-foguete. Os sensores eram capazes de medir a quantidade exata de força G aplicada quando o trenó-foguete fazia a parada súbita, tornando os dados mais confiáveis.

O primeiro teste depois que Murphy prendeu seus sensores nas cintas produziu uma leitura igual a zero – todos os sensores haviam sido conectados de forma incorreta. Para cada sensor, havia duas maneiras de fazer a conexão e cada um deles foi instalado de maneira incorreta.

Quando Murphy descobriu o erro, resmungou alguma coisa sobre o técnico, que foi supostamente responsabilizado pelo estrago. Murphy disse algo como “se há duas formas de fazer alguma coisa e uma delas vai resultar em um desastre, é assim que ele vai fazer”.

Pouco tempo depois, Murphy voltou para o Aeroporto Wright, sua base. Mas Stapp, conhecido por seu senso de humor e perspicácia, reconheceu a universalidade do que Murphy havia dito e em uma coletiva de imprensa disse que a segurança da equipe do trenó foguete deveu-se à Lei de Murphy. Ele disse à imprensa que a Lei significava que “Tudo que pode dar errado dá errado”.

Bastou isso. A Lei de Murphy começou a aparecer em publicações aeroespaciais e, logo depois, caiu na cultura popular tendo inclusive sido transformada em livro nos anos 70.

                                                 ALGUMAS LEIS:

  • A outra faixa sempre anda mais rápido.
  • Há dois tipos de pessoas: as que dividem as pessoas em tipos e as que não o fazem.
  • O poder corrompe; o poder absoluto corrompe absolutamente.
  • O que você perdeu está sempre no último lugar em que você procura.
  • Qualquer sociedade suficientemente avançada é indistinguível de mágica.
  • Abençoado seja aquele que nada espera, pois não se desapontará.
  • Um atalho é a maior distância entre dois pontos.
  • Quem pode, faz. Quem não pode, ensina.
  • Um projeto bom hoje é melhor que um projeto perfeito amanhã.

A Lei de Murphy e a Lei da Entropia

Na verdade, a Lei de Murphy é sustentada por uma lei natural aceita: a entropia. Essa lei é usada com mais frequência no estudo da termodinâmica – a maneira como a energia muda de uma forma para outra – e diz que, no universo, os sistemas tendem a acabar em desordem e confusão. A entropia, também conhecida como a segunda lei da termodinâmica, sustenta a afirmação da Lei de Murphy que diz que o que pode dar errado vai dar errado.

 

Evitando a Lei de Murphy

 

Enquanto a maioria de nós gosta da Lei de Murphy pela capacidade de explicar nosso senso de impotência em certos casos, outros enxergam a lei como uma ferramenta. Pelo menos uma pessoa a vê como uma equação matemática que pode prever as chances de processos darem errado. Joel Pel, engenheiro biológico da University of British Columbia, criou uma fórmula que prevê a ocorrência da Lei de Murphy.

Fórmula de Joel Pel

A fórmula usa uma constante igual a um, um fator inconstante e algumas variáveis. Nesta fórmula, Pel usa a importância do evento (I), a complexidade do sistema envolvido (C), a urgência da necessidade de o sistema funcionar (U) e a frequência com que o sistema é usado (F).

Em um ensaio escrito para a revista Science Creative Quarterly, Pel usa o exemplo de prever a ocorrência da Lei de Murphy quando um motorista precisa dirigir seu Toyota Tercel  em um trajeto de aproximadamente 100 km até sua casa debaixo de uma tempestade sem que a embreagem quebre. Usando a Equação de Murphy, Pel chegou a uma resposta igual a 1, o que significa que a embreagem do Tercel com certeza vai quebrar em uma tempestade. Apesar de todos que conhecem um Tercel esperarem que isso aconteça, é um certo consolo saber que isso pode ser previsto matematicamente

A Lei de Murphy lembra aos engenheiros, programadores de computador e cientistas uma verdade muito simples: sistemas falham. Em alguns casos, a falha de um sistema significa que o experimento deve ser repetido. Em outros casos, o resultado de uma falha pode custar muito mais caro.

A NASA sabe disso. A agência espacial já teve inúmeras falhas e, apesar de o número ser proporcionalmente pequeno em relação ao seu sucesso, as falhas geralmente custam muito caro. Ironicamente, no caso de uma nave não tripulada em órbita, um conjunto de sensores tinha duas maneiras de ser conectado e – exatamente como aconteceu no teste Gee Whiz de Murphy – todos os sensores foram conectados de maneira incorreta. Quando os sensores não funcionaram como havia sido projetado, os para-quedas, cujo propósito era diminuir a velocidade da nave não abriram, e a nave se estraçalhou no meio do deserto.

São exemplos como esse, junto com a consciência da Lei de Murphy, que levaram designers a instalar dispositivos de segurança. Há vários exemplos desses equipamentos à nossa volta. Alguns são sistemas que usam escolhas limitadas para reduzir erros, como pinos de tamanhos diferentes em um plugue elétrico. Outros são mecanismos que evitam que as coisas passem de ruim para pior em caso de falha, como as máquinas de cortar grama que têm alavancas que precisam ser pressionadas para a máquina funcionar. Se a pessoa que opera a máquina soltar a alavanca, o cortador para de funcionar.

Dispositivos de segurança também são conhecidos como “à prova de idiotas”. Mas a Lei de Murphy tende a entrar em ação, mesmo quando todo cuidado foi tomado para garantir que falhas ou catástrofes não aconteçam. Isso nos leva à última lei relacionada à Lei de Murphy que mencionaremos: a Lei de Grave, que diz que “se você faz algo à prova de idiotas, o mundo criará um idiota melhor”.

 

NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR!

ATENCIOSAMENTE: PPSC

Categorias:Humor, Sem categoria

Tipos de funcionários

1 de julho de 2011 Deixe um comentário

 

Após ver uma matéria muito interessante do portal UOL sobre os tipos de funcionários, resolvi falar mais sobre estes funcionários.

 

Cumpridor de horário:

Para começar quem não conhece o funcionário Pontual, Cumpridor de horário trabalha sempre olhando para o relógio esperando para dar a hora de ir embora parece que está sempre para tirar o pai da forca.

Quando da a hora de sair já esta sempre pronto para ir embora e não fica um minuto a mais na empresa, geralmente este é quem te deixa trabalho por fazer, e te atrapalha quando vai rende-ló.

 

Sabe- Tudo:

É o nerd da empresa, sempre que você não sabe de uma coisa você pergunta para ele, se você quer um formulário, ou deu algum problema na impressora ele sabe quem chamar ou como consertar. 

Entretanto somente tem um probleminha ele é o sabe-tudo quando você quer sair para se divertir você o quer  por perto, ou seja, ele é sempre esquecido na hora da diversão.

 

O solitário:

Geralmente é o mais calado, o mais tímido mas que é um dos mais inteligentes e suas apresentações são as mais completas e também é o que tem mais dificuldade para conversar sobre assuntos diversos, se quiser conversar com ele fale de futebol, política por exemplo que ele irá saber e puxar uma boa conversa.

É muito calmo e faz as coisas pensando duas vezes para que nada saia errado, o seu maior problema é que tem muita dificuldade em trabalhar em equipe.

 

Águia:

É o funcionário que está sempre buscando, corre ali volta para cá resolve vários problemas e está sempre ajudando, trabalha sempre com agilidade e certinho.

Pode ser visto como um puxa- saco ( mais adiante será explicado sobre o puxa-saco), por ser visto como o chato e certinho.

 

O coitadinho:

É o que tem sempre uma desculpa para justificar sua baixa performance e seus atrasos como o pneu furou, o trem que pegou parou, esta sempre de atestado, tudo de ruim sempre acontece somente com ele.

É o que que atrasa aa sua vida tendo que consertar seu trabalho, este está sempre dando prejuízo para a empresa.

 

Fantasma:

É o funcionário que mais existe no serviço publico, é o funcionário que nunca está aonde deveria estar, você custa para achar em seus locais de trabalho e quando acha é porque tem uma festa ou é dia de pagamento.

Este funcionário você nem conhece o nome, porque ele nunca vai trabalhar e quando o chefe vai procura-ló ele diz que estava resolvendo o problema e é você que se ferra.

 

Fofoqueiro:

Ele sempre sabe tudo que esta acontecendo no local de trabalho, quem esta ficando com quem, quem esta com dividas, quem foi promovido ou não, ele sempre está carimbado perto da maquina de café e é sempre o centro das atenções nas rodinhas de conversa.

Não faça coisa errada perto dele pois todo mundo pode ficar sabendo.

 

Puxa-saco:

Tem que tomar cuidado com o que você~e fala perto dele pois pode parar nos ouvidos do chefe, ele é confundido com o fofoqueiro, mas a diferença é que ele somente conta para o chefe.

Ele sempre acha que sabe fazer de tudo e bem, você tem sempre que tomar cuidado com suas ideias perto dele pois ele pode toma-lãs de você e falar que foi dele a ideia, é o mais odiado da turma do trabalho pois somente tem palavra pois não sabe fazer nada.

Somente é puxa-saco quem não tem competência.

 

O Reclamam:

Esta sempre reclamando, de tudo e de todos, está sempre com a cara fechada e coloca defeito em tudo e em todos da empresa ao presidente ao mais baixo cargo. Ele sempre esta insatisfeito e esta sempre pronta para reclamar de alguma coisa com a primeira pessoa que encontrar, geralmente é o mais chato da turma do trabalho.

 

Relações publicas:

Alguma vez você disse “oi, tudo bem?” e foi surpreendido com uma enorme resposta sobre a vida da pessoa? Se sim, você conhece o Relações Públicas. Ele se relaciona com todos os funcionários da empresa e pode desperdiçar horas de trabalho alheias (e dele próprio).

 

                      E qual você é, e quantos destes você conhece?

 

Não deixem de comentar!!!

Atenciosamente PPSC

Categorias:Humor, Relacionamento

Desafios da matemática pt. 3

10 de maio de 2011 1 comentário

Para quem gostou dos desafios parte 1 e 2 está ai o desafio parte 3 para vocês se divertirem.

Se você não viu os outros testes, está abaixo o link deles:

Desafios da matemática Pt. 1 

Desafios da matemática Pt. 2

Teste de Lógica

 

TESTES

 

1. Um homem gastou tudo o que ele tinha no bolso em três lojas. em cada uma gastou 1 real a mais do que a metade do que tinha ao entrar. Quanto o homem tinha ao entrar na primeira loja?

clip_image001

 

2. Considere os números obtidos do número 12345, efetuando-se todas as permutações de seus algarismos. colocando esses números em ordem crescente, qual é o lugar ocupado pelo número 43521?

3. Deseja-se descobrir quantos degraus são visíveis numa escada rolante. Para isso foi feito o seguinte: duas pessoas começaram a subir a escada juntas, uma subindo um degrau de cada vez enquanto que a outra subia dois . Ao chegar ao topo, o primeiro contou 21 degraus enquanto o outro 28. Com esses dados foi possível responder a questão. Quantos degraus são visíveis nessa escada rolante? (obs.: a escada está andando).

 

OBS.: Na próxima segunda feira dia 16/05/2011 o blog Mundonos – Sempre a frente do mundo!!! irá abrir mais desafios que desta vez será de FÍSICA. Não Percam!!!

 

Tentem fazer estes desafios da matemática e não deixem de comentar!!!

 

Atenciosamente: PPSC

Categorias:Humor, Testes Tags:

Imagens e situações engraçadas

25 de abril de 2011 1 comentário

 

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: OS VÍCIOS E MANIAS AO VOLANTE MAIS COMUNS!

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: MULHER CONSEGUE NA JUSTIÇA DIREITO DE SE MASTURBAR NO TRABALHO!

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: DICAS DE COMO CHEGAR EM UMA MULHER!

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E SAIBA: COMO FICAR IRRESISTÍVEL PARA AS MULHERES!

image

imageimage

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: LA BESTA NEGRA!

 

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: OS 07 MAIORES ESCÂNDALOS SEXUAIS DA HISTÓRIA!

 

Se alguém está assaltando a geladeira de noite, experimente este vigia:

image

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E VEJA: UM EXEMPLO DE QUE OS HOMENS NÃO ENTENDEM AS MULHERES!

 

image

 

É isso aí gente espero que tenham se divertido. Tchau

Não deixem de comentar e se você tiver fotos engraçadas mande para: mundonos@gmail.com

Atenciosamente: PPSC

Categorias:Humor